Falar sobre assédio em locais públicos também é falar sobre a posse da mulher sobre o seu próprio corpo. Nas ruas, ele é alvo do escrutínio alheio somente por herança do machismo que ainda é prevalente na sociedade. Desde o início da campanha Chega de Fiu Fiu ficou muito claro como, para muitas pessoas, a noção de que as mulheres são donas de seus corpos simplesmente não existia.

A convite da Breve Companhia, selo da editora Companhia das Letras, a fundadora da Chega de Fiu Fiu, Juliana de Faria, e a socióloga Bárbara Castro, redigiram um ensaio sobre o assunto intitulado Meu Corpo Não É Seu. Em formato ebook, o livro foi publicado pelo selo em agosto de 2014 e está disponível para download nos sites da Cultural, Kobo, Amazon e Apple Store.