a_olga

A OLGA é um projeto feminista criado em abril de 2013 pela jornalista Juliana de Faria.

Nosso objetivo é criar conteúdo que reflita a complexidade das mulheres e as trate com a seriedade que pessoas capazes de definir os rumos do mundo merecem.

Nossa missão é empoderar mulheres por meio da informação e retratar as ações delas em locais onde a voz dominante não acredita existir nenhuma mulher.

Nossa luta é para que as mulheres possam ter mais escolhas. Nunca menos. Bem como garantir que elas façam suas escolhas de maneira informada e consentida, sem que nunca tenham que pedir desculpas por tais decisões.

olga frase

15 comments on “A Olga

  1. Ariane Gomes de Oliveira
    9 de junho de 2013 at 03:49

    Olá, me sensibilizei com seu depoimento sobre sua vida. Gostaria de contribuir com ilustrações, não sei como funciona seu blog, mas de qualquer forma adorei já pela iniciativa.
    O meu é lugaresalheios.blogspot.com.br mas não é de desenho, é de conto e poesia. Um abraço!

  2. frausantana
    10 de setembro de 2013 at 20:33

    Gostaria de saber o porquê do nome OLGA, afinal de contas, esse é o meu nome! Um abraço!

    • Olga
      10 de setembro de 2013 at 20:35

      Escolhi Olga, pois acho um nome lindo e forte. 🙂

      • Iris Brito Lopes
        11 de setembro de 2013 at 00:24

        O nome me remeteu instantaneamente à Olga vítima da ditadura. Símbolo de força e resistência

      • Lucas Limão Bernardi Callegari
        11 de setembro de 2013 at 23:07

        e Eu achando que era por causa da Olga benario

      • frausantana
        12 de setembro de 2013 at 18:10

        Legal! Também acho … 😉

      • Olga Batista
        8 de novembro de 2013 at 21:49

        Pensou nesse nome de repente? Já me disseram que é um nome forte, mas eu não entendo.

    • Olga Batista
      8 de novembro de 2013 at 21:46

      O meu nome também é Olga

  3. Nayara Nicacio
    29 de novembro de 2013 at 11:58

    Nossa eu tenho amado estar com vocês, amo todos os posts são excelentes, parabéns pela iniciativa!!!

    • Olga
      29 de novembro de 2013 at 14:54

      Que mensagem mais linda, Nayara. Obrigada pela companhia! 🙂

  4. Valdira Rosa
    9 de fevereiro de 2014 at 22:33

    Adorei o texto “Menina não pode brincar?”, excelente! Sensível e muito bem escrito. Não conhecia o blog, bela descoberta. Falando um pouco do texto, sempre tive dificuldades em comprar roupas para minhas filhas, que não gostam de rosa, rendas, babados. A mais velha não gostava de bonecas, gostava mesmo era de brincar com a imaginação e só tenho alegrias em razão disso. A mais nova até gosta de bonecas, mas adora bola, skate, carrinhos (tem coleção deles). Mas vejo que muitas vezes as pessoas se surpreendem com isso, por puro preconceito. Nas lojas de brinquedo, se busco um carrinho, me perguntam logo a idade do “menino”, um absurdo isso! Há poucos dias quase me aborreci com uma vendedora ao procurar um skate.

  5. Luciana Boldrin
    16 de fevereiro de 2014 at 18:38

    Acabei de conhecer e estou encantada com o modo delicado como os temas sao abordados! Parabens!

  6. Cutuca que eu falo (@cutucaqueeufalo)
    28 de fevereiro de 2014 at 00:06

    Que ótimo esse site!! Parabéns pela iniciativa, temos sim, que falar sobre o universo feminino dessa maneira clara, desmascarando todo e qualquer tipo de preconceito contra nós mulheres.
    cutucaqueeufalo.blogspot.com.br

Os comentários estão fechados no momento.