,

Mulheres de impacto: desabafo contra o assédio no espaço público

Desabafa! é um projeto que busca discutir a cultura do estupro
Desabafa! é um projeto que busca discutir a cultura do estupro

Certa vez, no metrô do Rio de Janeiro, a cientista social Cris Lustrosa foi abordada por uma mulher que acabara de sofrer um assédio no vagão. A mulher disse que precisava falar sobre aquilo, mas que ninguém queria ouvir. Cris ouviu. Depois do desabafo, o assediador continuava encarando a mulher e elas o enfrentaram juntas. A tensão virou alívio: desabafar fez toda a diferença. Depois disso, Cris teve a ideia de criar o Desabafa!, um projeto colaborativo com o objetivo de colar adesivos no espaço público em combate à cultura do estupro. O Desabafa! está em campanha de financiamento coletivo pelo canal Mulheres de Impacto, uma parceria entre Think Olga, Benfeitoria e ONU Mulheres até dia 2 de outubro.

A primeira ação do Desabafa! será fazer adesivos com a colaboração de todas as mulheres que quiserem participar com frases expondo o que elas acham que deveria ser dito sobre assédio de rua. “A ideia é escancarar o assédio mesmo, tentar falar sobre isso e combater a normalização do abuso. Às vezes escancaramos o assédio e depois volta a parecer algo banal, não podemos deixar isso acontecer. Se não falarmos, nada muda”, diz Cris Lustosa, criadora do projeto.

Dica: o projeto oferece uma série de recompensas legais para quem contribuir financeiramente
Dica: o projeto oferece uma série de recompensas legais para quem contribuir financeiramente

Serão três tipos de adesivos: marcador de estupro (mostrando onde uma mulher foi estuprada para deixar claro a todos que isso acontece o tempo inteiro), assédio (com o que deveria ser dito para quem assedia ou olha de forma inadequada para mulheres em espaços públicos) e sororidade (propondo a união de mulheres na luta contra o assédio). Os adesivos serão colados por mulheres em locais públicos e distribuídos em eventos feministas. “É importante falar para sabermos que não estamos sozinhas e também falar além de nós. Quando penso em adesivos, penso que estamos falando para o mundo, para homens e também para mulheres que às vezes não percebem que estão passando por isso, não atinaram que está errado. É um desabafo mesmo, dizendo que não queremos mais isso, não está legal”, afirma Cris.

View post on imgur.com

O Desabafa! Já alcançou mais de 60% de sua meta até agora, mas precisa alcançar os 100% caso contrário o dinheiro será desenvolvido e o projeto não será concretizado. Você pode contribuir financeiramente com a campanha, compartilhando a ideia com seus amigos ou ainda preenchendo este formulário. Confira o vídeo abaixo sobre o projeto:

Compartilhar

Sobre Gabriela Loureiro

Jornalista freelancer, mestre em Gênero e colaboradora da Olga. Trabalhou nas editoras Abril e Globo, fez mestrado no Reino Unido através do programa de liderança do governo britânico Chevening e escreve para a Think Olga desde 2013.